Mansões se transformam em indústrias de influenciadores no ES

Share Button

Hype houses, como são conhecidas na gringa, abrigam criadores de conteúdos digitais na Serra e em Guarapari.

De Camilla Lemos, Ludson Nobre e Klayton Melo

“Eu praticamente repaginei a terceira edição da Mansão Vix”, garante o ex-participante e influenciador Leandro Borini. A casa de alto padrão abre portas do mercado capixaba para quem busca viver dos likes. Durante uma temporada no imóvel, os integrantes criam conteúdos para as redes sociais de empresas, marcas e patrocinadores. 

E o espaço abriga a diversidade de blogueiros, youtubers, músicos, artistas, gamers, humoristas, empresários, acompanhantes de luxo e modelos.

Leandro, que participou da segunda edição, conta que recebeu um convite dos organizadores através do Instagram. O influenciador reúne quase 100 mil seguidores e destacou também que houve uma mudança na proposta da casa: agora ela é digital. O imóvel tem localização fixa em Guarapari, mas já realizou edições em Angra dos Reis e em São Paulo.

A capital paulista foi palco do primeiro aniversário da Mansão Vix e teve participação de personalidades como David Brazil, Felipe Prior e Dynho Alves. Quem também aprovou o imóvel de luxo foi o filho do atual presidente Renan Bolsonaro, que esteve presente na segunda edição do mini reality capixaba. 

No momento de idealizar a Mansão, o empresário Bruno Barreto relatou que teve influência nos reality shows do mundo inteiro. A comparação foi uma mistura dos programas De Férias Com Ex e Big Brother Brasil. “O número de seguidores não é nosso foco, tem que ter engajamento”, conta sobre a seleção dos participantes que ocorreu por dinâmica em aplicativos de conversa.

Mansão Vix é cenário de interação entre influencers no ES./ Divulgação

Mansão Place Capixaba

No Espírito Santo, a indústria de influenciadores não para de crescer. Os dados podem ser comprovados por outra house de sucesso: a Mansão Place Capixaba,  que comemorou um ano no dia 6 de maio. 

A residência localizada na Serra se diferencia no número das edições promovidas. Ao total, foram quatro. O engajamento é o principal critério de seleção e a casa já foi responsável por abrigar 50 integrantes de uma só vez.

A empresária Viviany Oliveira destacou que o reality tem confessionário, prêmios, jogos, festas e tretas. “Na última edição, houve duas expulsões por causa de confusão”, explica. 

Os realities mais famosos serviram como base para a fundadora da Mansão Place Capixaba. Em três dias dentro do imóvel, cada participante é livre para a criação dos próprios conteúdos, mas são estabelecidos cronogramas e horários para as publis pagas.

O QUE DIZEM OS ESPECIALISTAS

No ES, nada se cria, tudo se copia. “As empresas locais têm visto com bons olhos trabalhar com influenciadores digitais que são do nosso Estado”, destaca o especialista de marketing Thassio Paganucci

Os influenciadores locais são preferência na escolha das empresas capixabas por conta da proximidade com o público-alvo. O retorno lucrativo também é levado em consideração, se comparado com os nacionais e internacionais.

Apesar da gringa não ter vez nos anúncios capixabas, os padrões e estilos de criadores de conteúdos se parecem. “O fluxo de conhecimento está muito rápido, e isso gera uma uniformidade maior na atuação dos influenciadores de  Vitória, São Paulo, Nova Iorque ou da Índia”, afirma Paganucci.

O empreendedor Jairo Siqueira aponta que a falta de assessoria pode ser um problema para os influenciadores iniciantes. Há cenários opostos entre a produção de conteúdos locais e os nacionais. “Os investidores e as empresas precisam se atentar no que está sendo produzido e nos posicionamentos de marca. Falta conexão com os temas e com os públicos”, explica. 

Jairo, que é sócio do NaCapital Coworking e da Fervo Digital, comentou sobre a defasagem do mercado do Espírito Santo em determinadas plataformas. “Não vejo especialistas na Twitch ou alguém que saiba boas estratégias para rentabilizar o Tik Tok. Existem bons projetos, mas faltam planos de marketing”, critica. 

CONFIRA OS CLIQUES DAS HOUSES

Influenciadores capixabas defendem a permanência na casa. Crédito: Instagram @mansãoplacecapixaba

Deixe um comentário