Design de interiores sustentável busca minimizar impactos ambientais

Share Button

Entenda o conceito e como ideias conscientes podem ser aplicados em projetos de decoração

Por Sarah Bichara

Os olhares do mundo estão voltados para o meio ambiente. A preocupação se mostra nos números e acordos internacionais. Com os países em alerta e a pauta em destaque, o pensamento sustentável toma lugar em diferentes espectros, podendo chegar, inclusive, às nossas casas. 

A mudança pode estar presente na decoração de interiores através de um design sustentável. Sócia fundadora do portal SustentArqui, Juliana Santos Rangel, explica que este modelo de projeto busca minimizar os impactos ambientais, promover o desenvolvimento social e cultural ao passo em que se faz  viável.

“Pensando nesses três pilares pode-se fazer muita coisa no nosso cotidiano, que é às vezes uma escolha simples. Ao invés de você escolher um mármore importado, escolher um nacional” explica a especialista em Arquitetura Sustentável e bioarquitetura. 

Rangel detalha que para os que buscam fazer uma alteração no interior de suas casas de maneira sustentável é necessário ter atenção à origem do material utilizado, qual é a matéria-prima, se é ecológica e como será seu descarte futuro. Nesse sentido, a compra de produtos locais, regionais e nacionais é indicada, dessa maneira, o transporte gera menos impacto ambiental. 

Optar por produtos artesanais é outro fator positivo. “Quando você dá dinheiro para pessoas próximas, ao seu redor tem mais dinheiro circulando”, destaca.

“Existem várias soluções simples e acessíveis, como reutilizar materiais, comprar em antiquários, ressignificar um móvel que era da sua avó”, indica a profissional, que em seu site também sugere a busca por um ambiente que maximize a utilização da iluminação natural, evitando assim o gasto de energia elétrica. A atenção à utilidade dos objetos comprados para uma possível reforma e a economia de água na aplicação do projeto são outras duas dicas.

MÃOS À OBRA

Quem aplica algumas dessas práticas é a comerciante Viviana Pisa: “Estou reformando o quarto da minha filha e, como o dinheiro é pouco, reaproveitei várias peças e móveis fazendo customizações”. Ela acrescenta que renovou uma cômoda antiga de madeira maciça com o uso da pátina, além de usar espelhos que faziam parte da outra decoração e reaproveitar bastidores feitos artesanalmente para o aniversário da filha, itens que viraram tema para a nova decoração do quarto. 

Móvel de madeira trabalhado na técnica de pátina para renovação
Cômoda em composição com detalhes do quarto adolescente que tem como cores destaque azul e rosa
Bastidores, comumente utilizados para bordados, que foram reutilizados como decoração e inspiração para o quarto em questão

Com tantas opções no design sustentável, Juliana Santos Rangel lamenta que ele ainda não seja uma realidade no Brasil e no mundo. “O design de interiores ainda está muito ligado ao luxo” afirma. Ela ainda pondera que permanecem sendo utilizados muitos materiais importados que não têm respeito com o meio ambiente.

Deixe um comentário