Galeria de arte promove oportunidades a estudantes durante a pandemia

Share Button

Alunos da UFES poderão expor suas obras virtualmente

Por Gleiciane Marriel

A pandemia do coronavírus dificultou o acesso à arte e à cultura. Diante dessa realidade, a Galeria de Arte e Pesquisa (GAP) da UFES idealizou a exposição virtual Alter/Algo/Ritmos. A mostra faz referência aos impactos estéticos do distanciamento social e das mediações guiadas pelos algoritmos das redes tecnológicas. Diferentes temas poderão ser abordados nas inscrições, que vão até o dia 14 de março.

Segundo a coordenadora da galeria, Ananda Carvalho, a exposição, que está prevista para o início de abril e tem como objetivo divulgar as produções dos estudantes no campo da arte contemporânea, irá proporcionar benefícios para acadêmicos e sociedade em geral. 

 “O GAP, como um local consolidado de exposição, oferece um espaço de visibilidade para o que tem sido produzido. Consideramos que obras de arte só ganham vida no encontro com o público. Promover exposições virtuais é uma forma de propiciar este contato, mesmo distante. Acreditamos que essa exposição possa convidar a sociedade a desenvolver, de forma crítica, diálogos e reflexões, a partir da arte, sobre temas e contextos diversos e plurais”, comentou. 

Além da oportunidade de expor suas produções, os selecionados irão adquirir a experiência de participar de uma mostra colaborativa, com temas variados. “A Alter/Algo/Ritmos tem uma proposta curatorial que busca por projetos colaborativos em arte contemporânea. Esperamos receber tanto obras que foram realizadas para serem exibidas na internet como projetos desenvolvidos para outros espaços”, afirmou. 

As inscrições para a participação estão abertas exclusivamente para estudantes dos cursos de graduação e pós-graduação do Centro de Artes da UFES, regularmente matriculados, que poderão enviar fotografias ou vídeos nas três categorias do edital: Redobras, Em Rede, e Ideias Abertas . “Estudantes de outros cursos e membros da comunidade externa podem ser co-autores dos projetos colaborativos, mas não podem ser o artista proponente”.

Para a coordenadora, “a iniciativa visa divulgar o que estudantes e artistas estão produzindo no campo da arte contemporânea, ainda sob os efeitos da pandemia, crise econômica, política e social, buscando trabalhos artísticos que se desenvolvam no âmbito do coletivo e tragam reflexões a partir do fazer junto”. 
A exposição ocorrerá em formato on-line nas mídias sociais da galeria e os interessados poderão se inscrever em um formulário fornecido no site.

Deixe uma resposta