Ato no Campus de Goiabeiras contra corte de verbas

Share Button
A estudante de Psicologia Lais Rezende (ao micorfone) afirmou que os estudantes defendem a bandeira “nenhum centavo a menos” e que estão mobilizados contra os cortes e as políticas de eliminação de direitos no Brasil.
Perdas da Ufes segundo o Sistema Integrado de Administração financeira da Ufes

Estudantes, professores e técnicos da Ufes e membros da comunidade participaram sexta-feira (9/05) de uma manifestação no Campus de Goiabeiras contra o corte de verbas nas universidades federais e institutos de educação, promovido pelo Ministério da Educação. Sem discutir com os gestores das instituições ou com a comunidade universitária, o governo bloqueou 30% das verbas deste ano.

A manifestação, começou logo depois das 17 horas e contou com a participação do ex-ministro da Educação e professor da Universidade de São Paulo (USP), Fernando Haddad. Estudantes da Ufes protestaram contra o governo Bolsonaro, prometendo resistir à ameaça de sucateamento da educação brasileira.

O ex-ministro reafirmou a importância da educação para conquista da plena cidadania e disse que o atual governo não tem compromisso com projetos de inclusão social e promoção de direitos.

A vereadora assassinada há um ano no Rio de Janeiro foi lembrada e homenageada com um “Mariele, presente”.
Os manifestantes também pediram a liberdade do ex-presidente Lula, preso há um ano em Curitiba.

Deixe um comentário