Já se perguntou que dia é hoje?

Share Button

Por Brunela Alves e Rayanne Matiazzi Em um único dia comemoram-se diversos acontecimentos. Faça uma busca rápida na internet com a data de hoje e se surpreenda com os mais diferentes resultados: fatos históricos, comemorações religiosas, categorias profissionais, entre outros. Mas, não são todas que entram para o calendário oficial brasileiro. É preciso que exista um projeto-de-lei que justifique as razões para inseri-la. A proposta deve ser apresentada por um deputado ou vereador, aprovada pelo Poder legislativo e sancionada pelo Poder Executivo.

Na hora de se inventar uma data não falta criatividade e motivos. São datas cívicas, culturais, curiosas, históricas, literárias e sociais festejadas em todo o mundo. No Brasil,oficialmente é comemorado em 7 de Setembro o dia da Independência. Já no mês de fevereiro, o carnaval é uma das celebrações festivas que foi incorporada à cultura brasileira. Nas escolas, por exemplo, as datas do calendário oficial extrapolam as grades curriculares. Comemora-se a semana das mães, do folclore, da pátria, das crianças, do índio. A maioria das festas escolares também são cristãs, e, em geral, católicas. É evidente o legado da hegemonia católica na história da educação brasileira. Embora a diminuição numérica do catolicismo nas estatísticas seja visível, muito da sua tradição está presente na cultura brasileira e, por extensão, na cultura escolar.

E quando o assunto é lucro? O mercado das datas festivas já têm períodos marcados.  Dias das crianças, das mães, dos pais e natal são responsáveis pelo maior movimento no comércio capixaba e nacional. O Dia dos Namorados também ganha espaço. Junto às já mencionadas, está entre as cinco grandes datas para o comércio e os setores de serviços de grande movimentação.

Neste ano, por exemplo, a data de comemoração dos apaixonados sofreu uma antecipação e o comércio se adequou à mudança, como explica o presidente interino da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Espírito Santo (Fecomércio-ES), João ElvécioFaé: “Pelo fato de a Copa do Mundo FIFA 2014 e o primeiro jogo do Brasil serem no Dia dos Namorados, a Fecomércio aderiu ao movimento nacional que antecipou a data para o dia 11. A proposta foi criada com o intuito de permitir aos casais a comemoração a dois antecipada, e no dia 12 aproveitar junto aos amigos e parentes a estreia da seleção brasileira.”.

 E as datas informais?

10262116_635639449844280_2898934842790470676_n

Sexta-feira é dia de… São sete os dias da semana. E cada um já tem sua própria definição, que pode variar de pessoa para pessoa. Num ambiente geral, o domingo, por exemplo, é o dia de estar com a família ou de assistir ao jogo pela TV. Mas também é dia de descansar, relaxar ou pegar um cineminha com a namorada (o). Na sexta-feira, quando o expediente acaba, é hora de chamar os amigos para curtir a noite. Já a segunda-feira, é dia de reclamar e lamentar pelo fim do recesso do trabalho. Essas datas informais movimentam as redes sociais digitais com publicações e compartilhamentos que se espalham pela timeline dos usuários. As manifestações das datas informais variam e os motivos são diversos, até mesmo as explicações podem ser satisfatórias ou não.

e53eb8b68e35e95343bd96f276ac5a02

O dia da mentira comemorado em 1° de Abril com certeza é um clássico. Neste dia, há sempre aquele amigo que vai querer pregar uma peça. Embora se tenha muitas histórias que correspondem à origem desta data, não se sabe ao certo a veracidade da informação. Só de que a internet está cheia delas. Uma das mais comuns é a do rei Carlos IX da França. Segundo conta a história, o rei implantou o calendário gregoriano que estabelecia o dia 1 de janeiro como o início do ano. Antes disso, a festa era comemorada no dia 25 de março e terminava dia primeiro de abril. Como naquela época as notícias demoravam a se espalhar, a nova data demorou a ser incorporada pelas pessoas. Algumas mais tradicionais resistiram à mudança e até viraram motivo de chacota e brincadeiras. Hoje não é muito diferente, as piadinhas e armadilhas no dia da mentira são constantes e ainda enganam muita gente.

Dia-do-Beijo

Dia do beijo, do orgasmo e do sexo

O Dia do Beijo é comemorado em 13 de abril no mundo todo. A data celebra o ato de beijar, que, segundo a cultura ocidental, representa um gesto de afeto. Entre amigos, é praticado para cumprimento ou no momento da despedida. Com relação aos casais, o beijo é geralmente dado nos lábios, como um símbolo de afeição romântica.

Na Roma antiga, era comum que os imperadores permitissem serem beijados nos lábios pelos nobres mais influentes. Já os menos importantes apenas beijavam suas mãos.

Agora, os dias do orgasmo e do sexo têm algumas curiosidades relacionadas à publicidade e ao marketing de algumas empresas. Com o intuito de aumentar as vendas de produtos eróticos e também incentivar o debate sobre o prazer sexual da mulher, algumas redes de sex shops britânicas criaram em 1999 uma data para entrar no calendário e assim, o dia 31 de julho foi estabelecido para comemorar o Dia do Orgasmo.

Já o dia 6 de setembro entrou para o calendário dos brasileiros, desde 2008, como o Dia do Sexo, motivado por uma ação de marketing da marca de preservativos Olla, que incentivava a criação desta data.

Religião e categorias profissionais

A origem das datas festivas varia. As religiosas, por exemplo, surgiram há tempos, quando o homem primitivo invocava aos deuses proteção e boas colheitas. Para isso utilizava comida, bebida, música e dança como uma espécie de oferenda. Devido à ligação das estações do ano com a agricultura, na determinação do que plantar e quando colher, as celebrações se tornaram constantes. Com a chegada do Cristianismo, a Igreja Católica se apropriou e transformou esses rituais pagãos em homenagem aos santos, atribuindo a eles um caráter sagrado segundo os princípios cristãos que perdura até os dias de hoje. A exemplo disso, podemos citar o dia 29 de junho, que para os católicos é dia de São Pedro, o guardião das chuvas ou podemos citar o dia de Pentecostes, que para os judeus era a festa das colheitas, celebrada sete semanas depois da páscoa, no qüinquagésimo dia, que significa Pentecostes.

Agora quando o assunto é profissão, nosso calendário é repleto deles… é dia do professor, agricultor, jornalista, médico, jornaleiro, bancário, estudante, vendedor, encanador, porteiro e por aí vai. São datas importantes para homenagear, junto à sociedade, os saberes e contribuições das mais diferentes categorias profissionais.

Deixe uma resposta