Tiro com Arco: Ufes tem projeto de aulas gratuitas

Share Button

Álvaro Guaresqui, Felipe Khoury, Kelly Lacerda e Suzane Caldeira

Imagem: Reprodução

Foco, concentração, coordenação motora e autoconfiança. Essas são algumas características do tiro com arco, um esporte antigo porém pouco difundido.  Democrática, a modalidade pode ser praticada por crianças e idosos, além de ser acessível para pessoas com deficiência.

Na Ufes, um projeto de prática do tiro com arco surgiu em 2011, dentro do Centro de Educação Física (Cefed/Ufes), em um programa que agrega também a modalidade vôlei. Inicialmente mantido com recursos do extinto Ministério do Esporte – agora Secretaria Especial do Esporte, desde 2016 passou a contar essencialmente com o apoio da própria Universidade, que se responsabiliza pela manutenção periódica do espaço – corte de grama, limpeza, iluminação e segurança.

Atleta Fernando Silveira Chieppe treinando no campo de tiro com arco da Ufes.
Imagem: Suzane Caldeira

Os treinos são totalmente gratuitos, voltados principalmente para atletas amadores das comunidades interna e externa à universidade. O aluno do curso de audiovisual, Eduardo Couto faz parte do projeto e encontrou no esporte uma forma de se desligar da correria do dia-a-dia. “Eu consigo me concentrar esquecer um pouco do mundo, ponho a minha cabeça no lugar. É um esporte legal para me acalmar e me preparar para o resto da semana”, conta. 

Para participar do projeto não há restrição de idade. O único requisito é que os praticantes tenham condições de consigam segurar e manter um arco erguido e tensionado pelo tempo suficiente para efetuar um disparo com segurança. Mas há também o treinamento para atletas profissionais, em uma parceria formada entre a Ufes e a Federação Capixaba de Tiro com Arco (FCTARCO).

Atleta Letícia Del Pupo é medalhista de bronze no Campeonato Brasileiro Indoor por Equipe.
Imagem: Suzane Caldeira

A atleta Letícia Del Pupo treina no espaço da Universidade todos os dias, ela que já chegou a treinar mais de 11 horas por dia, cerca de 600 tiros, destaca que o que a motiva é o amor e o compromisso ao esporte.

Os interessados em fazer parte do projeto devem se cadastrar no site do Cefd/Ufes, e as vagas são preenchidas de acordo com disponibilidade das turmas.

Campo de Tiro com Arco
Imagem: Suzane Caldeira

O esporte

Como funciona:

No tiro com arco, o objetivo do competidor é com um arco acertar uma flecha no centro de um alvo circular. Ao redor do ponto central existem outras linhas de marcação com pontuações diferentes.

O alvo:

O alvo oficial estabelecido pela Federação Internacional de Tiro com Arco consiste em um círculo dividido em 10 aneis concêntricos, sendo eles, de fora para dentro, dois brancos, dois pretos, dois azuis, dois vermelhos e dois amarelos. A pontuação de cada um deles vai de 10 a 1 de dentro para fora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *