Laboratório de música da UFES incentiva a produção entre os alunos

Share Button

Mais de trinta discos já foram gravados no espaço.

Álvaro Guaresqui, Felipe Khoury, Kelly Lacerda e Suzane Caldeira

Há quase dez anos, o curso de música da Universidade Federal do Espírito Santo desenvolve um projeto de extensão a um ritmo um tanto quanto acelerado, o Laboratório de Música. Inicialmente construído por iniciativa do Centro de Artes no projeto do prédio de Multimeios, e posteriormente equipado na abertura do curso de Bacharelado em Música, por meio do ReUni, o LabMúsica já soma um repertório de mais de 30 discos produzidos desde o ano de sua abertura, em 2010.

A maioria dos trabalhos é de alunos e professores da Universidade, entretanto alguns projetos com a comunidade externa também são realizados. Músicos de várias partes do estado já utilizaram as instalações, que chamam a atenção por ser uma das mais estruturadas e preservadas da Ufes. Mas, além das produções mais elaboradas, o laboratório é o espaço em que os alunos do curso de música podem experimentar novas possibilidades de criação artística.

O laboratório, coordenado pelo professor Daniel Tápia, é estruturado como um estúdio especializado em produção musical e tem o objetivo fortalecer e incentivar a produção dos cursos de música. Ele serve como um espaço de experiência para que os alunos tenham a possibilidade de experimentar na prática suas atuações artísticas.  O LabMúsica ainda abriga uma variedade de outros projetos que envolvem gravações, mixagens e masterização, além da realização de palestras de concertos em parceria com outros projetos de extensão vinculados ao curso de música, como: o “Música na UFES”, “Mais Música UFES” e o “UFES Jazz Festival”.

Grande parte das produções em vídeo é feita pelos próprios alunos da Música, todavia alguns dos trabalhos em vídeo já foram realizados com o apoio do curso de Audiovisual. Como parte do projeto inicial, os cursos foram pensados para fazer parte de uma estrutura combinada. 

“Estamos sempre abertos para desenvolver projetos para o desenvolvimento do ensino, pesquisa e extensão”, diz o professor Daniel.

Da Ufes para o Rock in Rio

Formado no curso de Licenciatura em Música pela Universidade federal do Espírito Santo, André Prando é destaque em âmbito nacional. O músico, que já fez diversos trabalhos no Laboratório de Música, é a mais nova atração capixaba no festival Rock in Rio. O artista será o penúltimo a entrar no palco Supernova, no dia 06 de outubro. Nesta edição, o festival procurou dar visibilidade aos artistas nacionais que estão em ascensão. 

Confira um pouco do seu trabalho no LabMúsica:

Conheça os projetos ligados ao Laboratório de música:

Combo UFES – Projeto do LabMúsica – Grupo de instrumento de sopro formado por 13 alunos do curso. Já participou do Viradão Cultural de Vitória, do Festival de Jazz de Santa Tereza, entre outros.

Mais Música UFES

Coordenado pelos professores Alexandre de Freitas e Potiguara Menezes, o projeto visa dar vazão à produção interna da Universidade. “Ao longo do ano, são lançados editais onde qualquer pessoa pode se inscrever, pode ser ex-aluno, técnico, aluno e até participante da comunidade externa, porém é interessante que tenha alguém ligado à UFES de alguma forma”, afirma o professor Alexandre. Com uma proposta diferente a cada edição, o projeto é aberto a qualquer um que queira assistir.

Saiba como inscrever o seu projeto para parceria com o LabMúsica:

Encaminhe a sua proposta ao e-mail estudiomusicaufes@gmail.com, contendo: resumo da proposta, necessidades técnicas, tempo de execução, finalidade da proposta e formas de divulgação.

Conheça o Laboratório de Música da Ufes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *