Share Button

Afetando diretamente nas relações espaço tempo, o serviço de armazenamento em nuvens revolucionou vários ramos das relações interpessoais.

Leonardo Miranda, Miranda Perozini

O armazenamento em nuvem, cujo conceito é estudado desde 1997, garante acesso dos usuários aos seus dados em qualquer parte do mundo e longe do computador pessoal, desde que conectado à internet. Com isso, a plataforma se tornou a alternativa mais viável para os que optam por guardar seus arquivos.

Para o especialista em Tecnologia da Informação Anderson Mozart, as nuvens também são vantajosas para empresas. “As  empresas que pedem serviços rodados na nuvem têm o benefício de lidar com uma demanda crescente de uso. Dessa forma, se uma empresa precisar de mais recursos de um serviço, ela vai utilizá-los automaticamente, e irá parar de usar quando já não for mais necessário, fazendo com que o usuário só pague pelo que utiliza”, explica.

Ele ressalta, entretanto, que o recurso também apresenta desvantagens, sendo o principal deles a segurança, motivado pela falta de padrão das aplicações disponíveis em nuvem. “Além disso, como esse serviço é relativamente novo, e cada provedor tem distintas formas de realizar-lo, adicionado a problemas de confiabilidade no fornecedor, podem prejudicar o uso”, afirma o técnico.

Mesmo assim, as nuvens continuam sendo uma alternativa que economiza tempo. Paloma Dybwad, 20, estudante de Nutrição, acredita que o armazenamento na plataforma é ideal para que não se perca nenhum conteúdo. “Sei que problemas podem acontecer, mas penso que são raros os casos. Uso muito a nuvem para guardar fotos antigas, documentos, e tudo aquilo que tenho certeza que não vou perder”.

Segundo Anderson Mozart, a função alterou as noções de tempo e espaço, e suprimiu as dificuldades que existiam no passado. “Todas as plataformas que oferecem o serviço de nuvem não tem a responsabilidade de ter um espaço físico, o que poderia ser bastante caro pois necessitaria de manutenção e equipamentos. Sem falar que a quantidade de espaço disponível é limitada e a mão de obra que viria junto com a utilização dele para um serviço que pode ser utilizado na nuvem seria imensa”, destaca.

Por isso, o técnico confirma que, ao permitir que, dependendo da utilização, as pessoas possam trabalhar de casa ou de qualquer lugar que tenha acesso a internet, as nuvens alteram a relação de seus usuários com seu entorno. “Quem antes necessitava de materiais físicos para armazenar qualquer coisa agora se adequa a um espaço imagético”.