Share Button

Ariane Barbosa, Barbara Coutinho, Christal Rios e Paloma de Oliveira – Envelhecer é o destino natural de todas os seres humanos e apesar da força dos estigmas indesejável atribuídos à essa fase da vida, o caminho da vida indica que este é o destino que todos teremos que cumprir. Aqueles que sobrevivem às demais fases da vida, este processo representa a superação dos desafios da própria existência.

A velhice assusta, mas um dia ela chega e algumas coisas inevitavelmente podem acontecer: Em nossas famílias pode não haver mais espaço, nossos filhos e parentes podem se tornar incapazes social e psicologicamente para se dedicarem única e exclusivamente a nós, podemos desenvolver doenças que precisarão de cuidados profissionais para garantir assegurar nossa segurança e saúde. Seja por motivos conhecidos ou misteriosos, grande parte desses idosos procuram abrigo em asilos.

O Lar dos Idosos – Professor Coelho Sampaio é uma instituição filantrópica há mais de 20 anos, em José de Anchieta, na Serra. Hoje, o asilo possui 22 idosos. A diretora administrativa, Ivana Gobbi, conta que o abandono é muitas vezes consequência das condições financeiras dos familiares e principalmente da atenção requerida pelos idosos. “A maioria deles possuem doenças como Alzheimer, Parkison e outras doenças cognitivas que precisam de suporte 24 horas por dia”, explicou.

Dia no asilo, noite em casa

Aos idosos que já não conseguem toda a atenção necessária dentro de casa, encontram nos lares uma alternativa de fugir da solidão. O serviço centro-dia é oferecido pelo Lar dos Idosos – Professor Coelho Sampaio e já conta com três idosos no programa. Passando o dia no asilo e a noite em casa, o objetivo é tornar o dia a dia um pouco mais alegre e ativo, oferecendo todos os cuidados necessários.

 

As expressões e histórias invisíveis

Seu Martin

Nascido na Bahia, quando jovem trabalhou na roça como seringueiro e tinha uma vida bem ativa. Hoje ainda cheio de alegria e bom humor, seu Martin vive no lar dos idosos há quase três anos. Fera no dominó, os cuidadores afirmam que ele é imbatível e com sorriso bobo, ele mesmo garante: “Ninguém consegue me vencer”.

Apesar do bom humor, Seu Martin viveu dias difíceis. Antes de ser resgatado pela instituição, ele foi abandonado no hospital após ser atropelado quando estava bêbado. Com complicações, perdeu parte da massa cefálica onde seus movimentos ficaram debilitados. “Tenho 12 filhos, mas eles não moram aqui. Minha família hoje são as enfermeiras que cuidam de mim”, completou.

MG_3675 1


 

Dona Zeneide Fernandes

Professora aposentada, Dona Zeneide Fernandes é viúva há quatro anos e faz parte do programa centro-dia do Lar dos Idosos – Professor Coelho Sampaio há quase um ano. Diferente da maioria os idosos, ela não mora na instituição. Por conta própria, Dona Zeneide diz que tomou a decisão de procurar o asilo porque a filha trabalha em dois turnos e sua neta quase não fica em casa.

“Decidi vir pra cá durante o dia para não ficar sozinha em casa e também porque não quero dar trabalho para minha filha. Aqui eu me distraio e os funcionários nos tratam muito bem. Além disso, gosto de ajudar aqueles que estão aqui, quando vejo alguém triste sempre chego perto tento conversar e perguntar se estão bem”.
MG_3722 1

 

Sr. Antônio

O Sr. Antônio já é antigo de casa. Há nove anos ele alegra o Lar dos Idosos com seus hinos que costumava cantar na igreja. Seu melhor amigo é um pandeiro que o acompanha em suas canções.
Sempre muito desenvolto, Antônio adora compartilhar suas histórias de vida com aqueles que estão abertos a escutá-lo.

Foto por Barbara Coutinho


 

Seu Betônio

Seu Betônio é morador do Lar dos Idosos já faz alguns anos. Trabalhador rural, sua vida no campo era simples, porém bem vivida, garantiu. Sua felicidade era cuidar do campo e passar o tempo no curral, além da paixão por cavalos. Suas lembranças quase escorreram pelos olhos.

Sorriso sempre no rosto, seguido de muitas histórias. De Barra Seca, seu Betônio conta que está no asilo por falta de condições da família, mas que sempre o visita.

MG_3788 1

 

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *