Share Button

Mariana Salomão“Agora, a Fafi é técnica de fato e de direito”. É nessa frase que Zila Nascimento Oliveira, gerente da escola, resume o que acontece daqui para frente com a instituição, desde que foi autorizada pelo Conselho Estadual de Educação (CEE), no dia 25 de junho, a oferecer cursos técnicos reconhecidos nacionalmente, nas áreas de Arte Dramática e Dança. Com essa nova configuração, a diretora acredita que será contornado alguns dos seus maiores problemas: as faltas constantes e a evasão de parte dos alunos ao longo dos cursos.

A nova condição também permitirá aos alunos da Fafi terem direito ao passe escolar, além da emissão do registro profissional (DRT), documento importantíssimo para exercer a profissão, ao se formarem. As novas regras passam a valer de imediato, ou seja, os estudantes que concluírem o curso no final do ano de 2014 já receberão o diploma reconhecido.

Localizada no centro de Vitória, a escola é um dos mais importantes locais para a formação de profissionais da área artística em Vitória e é um espaço fundamental para a produção artística no Estado, para a divulgação e para a propagação da arte na capital. A secretária municipal de Cultura, Ana Laura Nahas, acredita que essa autorização é um marco para a história da instituição e para o cenário cultural de Vitória, porque é um impulso enorme para a qualificação dos alunos, além de consolidar a escola como espaço central de formação de talentos e de técnicos da arte.

Gleydson S. da Silva, estudante do primeiro ano do Técnico em Artes dramáticas, acredita que transformar uma escola de qualificação profissional em ensino técnico é um importantíssimo feito para a comunidade artística do ES. “É preciso lembrar que se trata da única escola técnica do Estado neste segmento”, acrescenta.

ator em palco“Essa é uma vitória, uma grande conquista de muitos artistas e ex-alunos da Fafi. Agora, cada aluno passará a ter um instrumento de trabalho reconhecido oficialmente. Acho também que esse fato abre caminho para outros municípios reivindicarem o mesmo reconhecimento para seus espaços culturais”, afirma Fábio Samora, professor da Fafi e ex-aluno da escola.

Ao oferecer cursos técnicos, a escola vai poder diminuir alguns dos seus maiores problemas: a falta constante e a evasão de parte dos alunos ao longo dos cursos. Na área de dança, a maioria se forma, apesar de serem quase 10 anos investidos nessa formação, mas, no caso do teatro, o abandono ainda é grande: para os adolescentes, o pré-técnico e o vestibular são os grandes vilões, e para os jovens, a faculdade e o trabalho acabam dificultando o término do curso.

História

Você também se pergunta o significado do nome Fafi? É a sigla para Faculdade de Filosofia. Isso porque depois de abrigar um grupo escolar no local, e antes mesmo da UFES ser autorizada a funcionar como universidade, na década de 60, era ali que os intelectuais da época pensavam nos grandes dilemas do mundo nessa época tão conturbada.

Há duas décadas, aulas de artesanato, pintura, cerâmica e oficinas de teatro passaram a ser oferecidas no local. Em 1998, a FAFI se transformou em uma escola de qualificação profissional em teatro e dança, focando nessas duas áreas específicas. Dois anos depois, incorporou o curso de música, e, em setembro de 2012, foi instituída a Escola Técnica Municipal de Teatro, Dança e Música Fafi. 2014 entra para a história da escola com o reconhecimento do CEE, órgão de deliberação coletiva do Sistema Estadual de Ensino que exerce funções de caráter normativo, consultivo, deliberativo e de assessoramento à Secretaria de Estado da Educação (Sedu).

Está prevista para o início de 2015 a reforma estrutural do prédio onde está localizada a Fafi. A iniciativa faz parte de um convênio entre a Prefeitura de Vitória e o Governo do Estado. A obra está orçada em R$ 2,093 milhões de reais.

Serviço

A Fafi é um espaço cultural bem movimentado; sempre tem alguma exposição, algum lançamento, alguma apresentação de peças de teatro, e, na maioria das vezes, é tudo de graça ou a preços populares. Oferece oficinas de dança, teatro e música no começo e no meio do ano, além de cursos nessas áreas, nas férias de julho e janeiro. É só ficar atento, e acompanhar no site da Prefeitura de Vitória (www.vitoria.es.gov.br). Se resolver ir lá pessoalmente, ainda dá para ir à biblioteca municipal, que funciona de segunda a sexta até as 18h30..

A Escola Técnica Municipal de Teatro, Dança e Música Fafi fica na Avenida Jerônimo Monteiro, 656, Centro de Vitória, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 19 horas, e aos sábados, das 8 às 17 horas.
Festa
E para comemorar o reconhecimento da instituição como Escola Técnica, nesta sexta-feira, dia 1º de agosto, será realizado o evento “Fafi de Portas Abertas”. Das 9 às 22 horas ocorrerão uma série de apresentações artísticas, como as atividades de encerramento do semestre das oficinas de dança, teatro e música, além de uma exposição fotográfica que faz um resgate histórico da escola. Confira a programação completa em www.vitoria.es.gov.br/noticia/apresentacoes-artisticas-marcam-reconhecimento-da-fafi-como-escola-tecnica-15197

 

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *