Share Button

Vitor Simões – O segundo jogo da Copa que tive o prazer em assistir foi entre Inglaterra e Costa Rica, no Mineirão, em Belo Horizonte. Cheguei à capital mineira por volta das 21 horas do dia anterior ao jogo, com o desafio de virar a noite no aeroporto de Confins. Quando buscava opções do que fazer durante minha longa espera, descobri um oásis para os turistas no último andar do aeroporto, chamado de Fun Zone. Lá, os viajantes têm um espaço para descansar, se divertir, recarregar os aparelhos eletrônicos e até tirar um cochilo.

CAM00528

Fun Zone possui diversas opções de lazer / Fotos: Vitor Simões

Muitos turistas aproveitaram o espaço para tirar um cochilo

Muitos turistas aproveitaram o espaço para tirar um cochilo

O local estava tão disputado que acabei ficando sem conseguir um espaço nas almofadas. Tive que tirar um cochilo no chão mesmo, usando minha mochila como apoio de cabeça. Após 8 horas de espera estava finalmente na hora de ir para o hotel guardar meus pertences e ir para o estádio. BH tem um ótimo sistema de transporte para ir do aeroporto até a cidade. Confins fica bem distante do centro de Belo Horizonte, e era muito necessário um sistema como o que foi implantado. Depender apenas de táxi para realizar o trajeto sairia muito caro, então eles criaram um ônibus que sai praticamente de 15 em 15 minutos do aeroporto em direção à rodoviária, com trajeto diferenciado. Os ônibus revezam as avenidas pelas quais passam, cobrindo grande parte da cidade.

Saí do hotel para o Mineirão exatamente às 10 horas, com o jogo marcado para as 13 horas. Meu hotel ficava a apenas uns 20 minutos do local em que havia o bloqueio feito pela FIFA para veículos. A partir de lá era preciso fazer uma caminhada. Estava tudo muito organizado. Por todo o caminho havia um grande número de policiais, vendedores de bebidas, banheiros químicos e muita sinalização. Com tudo isso, ficou até difícil de reclamar da caminhada sob o forte sol que estava.

O Estádio Governador Magalhães Pinto, o Mineirão, está lindo, com diversas entradas, facilitando o acesso. Mesmo as filas parecendo longas, a entrada estava bem rápida, não sendo necessária uma longa espera. Logo que se chega aos arredores da arena, as maiores atrações são as barracas dos patrocinadores, que oferecem várias atividades para os torcedores.  Nelas é possível tomar uma cerveja, refrigerante ou até mesmo comer uma boa marmita de churrasco.

Inglaterra x Costa Rica contou com a presença de muitos brasileiros

Inglaterra x Costa Rica contou com a presença de muitos brasileiros

Para minha tristeza e de alguns milhares de fãs, o jogo foi fraquíssimo. Com a Inglaterra já eliminada e a Costa Rica já classificada, nenhuma das duas seleções quis arriscar muito. A Inglaterra até tentou atacar mais para ir embora com um pouco de dignidade – se isso era possível. Já a Costa Rica estava com a cabeça na inédita e histórica oitavas-de-final que eles iriam enfrentar. A emoção do jogo ficou por conta da entrada dos craques Gerrard e Rooney durante o segundo tempo.

O ponto negativo ficou por conta da qualidade ruim do jogo

O ponto negativo ficou por conta da qualidade ruim do jogo

Confesso, sou um grande admirador da Premier League, a primeira divisão do campeonato inglês. Os times são fortíssimos, o torneio é extremamente organizado e disputado. Acompanho os ingleses há quase uma década, sempre procurando entender o que eles têm por lá que nós não temos por aqui.  Sonho ainda com o dia que terei a oportunidade de assistir a algum clássico no país criador do futebol, de preferência entre Liverpool e Manchester United.

O que mais me impressionou durante o jogo foi a torcida inglesa. A seleção já estava eliminada, mas, para os ingleses, parecia que ela estava classificada para a final. Eles cantaram durante os 90 minutos, com várias músicas feitas para a o time nacional. Ninguém ficou tentando puxar cantos de clubes do país, nada disso. Diferente do que vários torcedores brasileiros têm feito nos estádios, os ingleses focaram apenas em sua seleção durante o jogo.

Jogadores da Inglaterra aplaudem os torcedores ingleses após o jogo

Jogadores da Inglaterra aplaudem os torcedores ingleses após o jogo

Após o fim da partida, que não poderia terminar com outro resultado sem ser o 0x0, a saída também foi muito organizada.  Enfrentei novamente a caminhada de 3 km, e cheguei até as avenidas que ligavam ao estádio. Elas estavam muito bem sinalizadas, dizendo onde encontrar ônibus locais e também os ônibus especiais com destino ao aeroporto ou para a rodoviária. Também era possível conseguir um táxi facilmente, já que eles podiam ficar parados próximos a um posto de gasolina bem na frente da saída do bloqueio feito pela FIFA.

Abaixo, deixo o vídeo que fiz da torcida inglesa cantando “God Save The Queen” antes do início do jogo:

 

Leia também:

A copa de todas as emoções

12 horas em Recife: confusão, emoção e problemas

Rio de Janeiro ferve antes da grande final da Copa do Mundo

O melhor do mundo em Brasília

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *