Share Button

Mariana Bergamini – O tempero caseiro daqueles quitutes de mãe e avó chega ao Roda de Cantina nesta semana com a promoção da EmpaDona, lanche da cantina do DCE. Tem de palmito, frango, camarão, bacalhau e até berinjela, todas quentinhas. Normalmente, a empada custa R$ 3,00, mas a partir desta segunda-feira (2/6) ela está com desconto e pode ser comprada por R$ 2,50. Deu sede? É só pedir o combo: empada e suco 200 ml, que na promoção sai a R$ 4,00.

(Foto: Antonio Almeida)

(Foto: Antonio Almeida)

A cantina do DCE é a mais nova da Ufes. Inaugurada em fevereiro deste ano, ela é menor, localizada em um lugar com pouca circulação de pessoas, mas vem lutando para conquistar seu espaço com um cardápio recheado de gostosuras. Seu diferencial está na oferta de lanches um pouco mais caseiros e fresquinhos, feitos todos os dias pela manhã, e nas opções vegetarianas.

Todo trabalho ali é feito em família. A cantina é da Mariângela Lyra, do Márius Lima (Salim) e da Carolina Lyra: mãe, pai e filha, respectivamente. Está aí o segredo da cozinha, que transformou em negócio o que já era feito em casa. “A maioria dos lanches produzidos aqui são feitos por nós mesmas. As receitas foram praticadas por muito tempo com filhos e netos e agora as trouxemos para a cantina”, conta Mariângela.

EmpaDona que derrete na boca

EmpaDona da cantina do DCE. (Foto: Antonio Almeida)

EmpaDona da cantina do DCE. (Foto: Antonio Almeida)

EmpaDona, na verdade, é a tradicional empadinha brasileira. Feita com uma massa de trigo e recheio a gosto, é só levar ao forno que o cheirinho anuncia quando está pronta. Foi esse o lanche que a cantina do DCE escolheu para concorrer no concurso Roda de Cantina. “Pensamos na empada para participar da competição porque é um salgado que tem muito a ver com a nossa cantina. É capaz de atingir todos os públicos”, conta Mariângela. E já vou adiantando que está muito bem representada.

Pode ser um salgado tradicional, mas não pense que empadasão todas iguais. A leveza da massa desse quitute revela uma receita de família que existe há 40 anos. Surgiu com uma tia, em Marataízes, e foi se adaptando ao modo de cada cozinheira da família Lyra. O segredo de Mariângela é usar sempre ingredientes de qualidade, é assim que ela consegue uma massa tão levinha.

Com recheio de camarão, apetitosa, eu não pude resistir. Me rendi à empadinha e posso afirmar com convicção que vale a pena. A massa derrete mesmo na boca e o recheio… Ah, o recheio… Só vou dizer que esse tem camarão mesmo, não é daqueles salgados que só fingem. Escolhi o suco de morango para acompanhar e a combinação caiu muito bem. Opção tem de sobra, mas a promoção só vai até o dia 6 de junho. Não perca!

 

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *