Filme capixaba entra no Festival de Cannes

Share Button

Flávio Soeiro – Embaraçadas é o títulos de um filme que tem o duplo significado: grávidas, em espanhol, ou confusas, no português. Essa dualidade no sentido é muito bem explorada no curta-metragem de produção capixaba, que terá a sua primeira exibição no Festival de Cannes, realizado entre os dias 14 a 20 de maio. O vídeo entrará na mostra paralela de curtas-metragens do festival francês.

embaraçadasEste é o segundo trabalho do diretor Paulo Sena, que já produziu “Ao vivo de Bergue” e agora finaliza o seu terceiro curta, “Guerra Fria”. Formado em Economia e Administração pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Paulo tem especialização em Linguagem Audiovisual pela mesma universidade e mais uma especialização em Licenciamento de Projetos, esta pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

O diretor sempre se interessou pelo cinema e produção audiovisual. Ele lembrou que quando tinha 14 anos e morava no interior da Bahia, escreveu para a revista Set propondo formar um grupo de crítica de filmes (na época, o filme “O que é isso, companheiro?” havia sido indicado para disputar o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro). Devido à grande repercussão do filme de Bruno Barreto, muitos responderam concordando em participar do grupo de Paulo, mas o custo de mantê-lo era alto, devido aos preços de selo e postagem das correspondências.

“Depois que me formei e adquiri mais experiência com a primeira especialização, apresentei proposta do meu primeiro curta à Lei Rubem Braga e ganhei. Rodei o filme em 2009 e 2010 e apresentei no Vitória Cine Vídeo em 2012. A partir desse trabalho conheci as pessoas que frequentam esse eixo e fui desenvolvendo mais trabalhos”, conta Paulo Sena sobre o início da sua trajetória.

paulo sena
Paulo Sena – diretor do filme

Sobre o filme que vai à França, Paulo fala: “o filme tem várias leituras. Eu trabalhei com a ideia de duas mulheres grávidas e confusas. Elas têm uma relação e uma vai se reconhecendo na outra, num processo de amadurecimento mútuo”, disse. “Este filme também foi contemplado pela Lei Rubem Braga e gravado em janeiro de 2013”, complementa.

Mas não é só na França que o filme será exibido. A produção também entrou no XIV Festival Internacional de curtas-metragens Cine a La Calle, na cidade colombiana de Barranquilla, que acontece entre os dias 09 a 17 de maio.

“Estou muito contente com minha produção e vou inscrevê-lo no Vitória Cine Vídeo deste ano. Eu quero exibi-lo também aqui no Espírito Santo. Como as mulheres do filme que estão grávidas, foi realmente um trabalho de parto toda a produção, e é gratificante ver o meu filho crescendo e tendo o reconhecimento nos festivais”, finalizou Paulo.

A sinopse do filme pode ser conferida aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *