É possível casar gastando pouco?

Share Button

Gabriela Rodrigues – Há alguns anos, o casamento se tornou uma indústria muito lucrativa, tanto pelo número de cerimônias realizadas quanto pelo fato de que as noivas estão cada vez mais criativas. Supereventos se tornaram lugar comum e a briga é pela maior inovação possível. Mas como fazer quando existe o sonho de se casar com todos os mimos a que se tem direito, dentro de um orçamento pequeno? Será que dá? O Universo Ufes conversou com uma cerimonialista e uma noiva capixabas para responder essa questão.

O estado do Espírito Santo é o hoje o terceiro maior mercado de casamentos do país, perdendo apenas para Rio e São Paulo, segundo a Revista ES Brasil. As noivas por aqui começam a planejar seu casamento e contratar fornecedores cerca de um ano antes. A cerimonialista Camila Almeida, já tem uma vasta experiência com matrimônios no estado e a primeira dica que ela dá para as suas noivas é enxugar a lista de convidados. “Reduza o número de convidados. Os serviços com o custo mais alto que são os de buffet e decoração, dependem do número de convidados”, disse.

A criatividade é uma grande aliada de quem pretende não estourar o orçamento e, mesmo assim, ter um lindo casamento. A internet hoje está pipocando de sites que dão dicas e ensinam a fazer diversas coisinhas: são os chamados DIY sigla para Faça Você Mesmo em inglês (Do It Yourself). A jornalista Jeniffer Trindade, que vai se casar em agosto no cerimonial Casa Di Lucca Praia, na praia de Ponta da Fruta, Vila Velha,  está fazendo em casa diversos itens para o casamento. “Como a minha mãe é muita criativa e sabe fazer coisas manuais, essa é a forma que eu encontrei para economizar. Ela está fazendo o buquê, as lembranças e o meu arranjo de cabeça. Tenho uma tia que é artesã e está fazendo a lembrança das madrinhas” explicou Jeniffer.

A jornalista dá uma dica para as noivas que estão buscando economizar nos seus casamentos. “Outra coisa que eu estou fazendo e está me ajudando a economizar é ficar de olho nesses sites de noivas, pois encontro promoções. Aconteceu isso no caso dos convites e do topo de bolo”.

A cerimonialista Camila Almeida, contudo, frisa a importância de se contratar bons profissionais e não economizar em certos itens. “Costumo dizer que os pilares de uma festa de sucesso são comida boa, música e bebida gelada. Nestes pontos tem que se ter cuidado com as ‘economias’. Mas a fotografia também é um item que vale a pena investir. Um bom fotógrafo terá um custo mais alto, contudo você terá a certeza de imagens maravilhosas” apontou Camila.

Um casamento para 250 pessoas está custando a partir de R$ 40 mil em Vitória, e a preparação começa em torno de um ano e meio antes da data marcada. Mas tudo pode ser adaptado ao casal. As dicas são prepare sua lista de convidados, defina seu orçamento e se possível contrate um assessoria pra te auxiliar, pois a vida de noiva é bem estressante e um bom profissional vai facilitar todo o trajeto até o grande dia. Esse profissional vai também te salvar das pegadinhas de preços tentadores e que no fim podem ser grandes furadas. Portanto, pesquise, programe-se e bote a mão na massa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *