Share Button

Projetos ajudam pessoas com deficiência a se relacionarem melhor com a sociedade trabalhando suas potencialidades.

(Jéssica Rebel e Samylla Andreão) No passado, pessoas com deficiência poderiam ser consideradas incapazes de realizar alguma atividade física, mas, desde 1995, o Centro de Educação Física e Desportos da Ufes, por meio  do Laboratório de Educação Física Adaptada, (CEFD/Laefa), vem se estabelecendo como um importante contribuinte na formação de profissionais da educação física capacitados para dar aula a pessoas com qualquer deficiência.

Os projetos visam a promoção de ações pedagógicas de caráter inclusivo com foco na formação humana dos envolvidos, auxiliando no conhecimento que possibilite a autonomia e a independência necessária para se relacionarem com o meio sociocultural.

Segundo um dos coordenadores do projeto, o professor doutor José Francisco Chicon, o laboratório possui três projetos: o primeiro, Prática Pedagógica de Educação Física Adaptada, conta com a participação de 40 adolescentes, jovens e adultos com deficiência intelectual, de ambos os sexos, com idades entre 12 e 50 anos. Os alunos são atendidos em um encontro semanal todas as quintas-feiras, das 14 às 16 horas, eles são divididos em duas turmas de 20 alunos cada e, na forma de rodízio, participam de duas atividades de dança e práticas corporais da juventude.

laefa2

Projeto Brinquedoteca: aprender brincando

Do Brinquedoteca: Aprender Brincando, participam 55 crianças da educaçãinfantil, sendo 45 das turmas regulares de três, quatro e cinco anos do Centro de Educação Infantil da Ufes (CRIARTE) e 10 crianças com deficiência (autismo, síndrome de Down, paralisia cerebral, deficiente físico, entre outras), vindas da comunidade, com idades entre três e sete anos, que são inseridas nas respectivas turmas, constituindo turmas inclusivas. Os encontros são realizados todas as quintas-feiras. Os grupos participam de atividades como: grupo três anos – “Atividades lúdicas no meio aquático”, na piscina da Ufes; grupo quatro anos – “Aprender brincando”, na brinquedoteca, organizada no espaço do Laefa; grupo cinco anos –, “Brincando e aprendendo com a ginástica”, na sala de ginástica artística do CEFD.

O projeto Cuidadores que Dançam, conta com a participação de 20 mães e/ou responsáveis pelos alunos adolescentes, jovens e adultos com deficiência intelectual. Nesse projeto, os participantes têm entre 20 e 60 anos e realizam atividades de dança de salão, todas as quintas-feiras, das 14 às 16h.

O objetivo dos projetos do Laefa é promover o campo de estágio em Educação Física Adaptada para os acadêmicos do Curso de Educação Física da Ufes, expandindo os serviços de Educação Física para a comunidade, por meio do atendimento às crianças, jovens e adultos com deficiência e seus familiares. Além disso, os projetos desenvolvem estudos e práticas pedagógicas inclusivas no atendimento educacional de portadores de deficiências, incrementando a prática de pesquisa nesta área de interesse em Educação Física.

Os projetos são abertos para qualquer pessoa com necessidade especial e seus familiares participarem, as aulas acontecem todas as quintas-feiras, das 14 às 16h e os interessados podem entrar em contato com os coordenadores do Laefa no telefone 3335-2626 e no e-mail: laefa@yahoogrupos.com.br

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *