O que pensam os alunos que boicotam o Enade?

Share Button

[h4]”O principal argumento dos estudantes que boicotam o Enade é que o método de avalição é ineficaz ou feito pela metade.”[/h4]

(Cristian Favaro, Edberg França, Mariana Massariol, Paula Gama e Viviann Barcelos) Na sexta-feira 06 de dezembro, os alunos dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Universidade Federal do Espírito Santo tiveram uma triste notícia: a instituição não poderá abrir novas vagas para esses cursos. Essa foi a decisão tomada pelo Ministério da Educação (MEC), que tem como base o mau desempenho dos alunos no Enade.

O MEC considera insatisfatórios os cursos com conceito abaixo de 3 – a escala varia de 1 a 5. A oferta de vagas dos dois cursos da Ufes será fechada porque, além de terem ficado no patamar insatisfatório, ainda caíram de conceito.

Mas não é porque as notas foram baixas que os estudantes não dominam o conteúdo. Grande parte dos alunos boicota o Enade, deixando em branco o cartão de respostas. O exame avalia apenas as instituições, por isso, o aluno que vai mal ou deixa em branco não é afetado pelo baixo desempenho.

O principal argumento dos estudantes que boicotam o Enade é que o método de avalição é ineficaz ou feito pela metade, já que avalia instituições apenas pelo desempenho dos estudantes. Para uma avalição completa, o MEC deveria conhecer a Universidade, as salas, professores, projetos de pesquisa e extensão, mas, segundo os estudantes que entrevistamos, isso não acontece.

Vamos entender o que os estudantes pensam do boicote ao Enade? Assista ao vídeo!

Leia também:

Curso de Comunicação da Ufes suspenso pelo MEC tem plenas condições de funcionamento

UFES recorre ao MEC pelo vestibular de Jornalismo e Publicidade

Suspensão de cursos na pauta do Cobrecos e Vitória

Incertezas para vestibulandos

O que pensam os alunos que boicotam o Enade?

UFES recorre ao MEC pelo vestibular de Jornalismo e Publicidade

Suspensão do vestibular para jornalismo e as influências no mercado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *