Share Button

Desenvolvido por capixabas, o PicPay traz a funcionalidade de pagar as suas contas via smartphone

(Fernando Correia) O pagamento de contas via smartphone ainda não é uma prática tão popular, mas um aplicativo desenvolvido por um grupo de capixabas promete mudar essa realidade. Pensando na imensidão de oportunidades que esse mercado pode oferecer, uma start-up que tem como sede a incubadora TecVitória, na capital do Espírito Santo, criou o aplicativo PicPay, disponível para os sistemas IOS e Android.

De acordo com Diogo Brumas, um dos criadores do aplicativo junto com Anderson Chamon, o PicPay é uma espécie de WhatsApp (popular aplicativo de mensagens instantâneas) dos pagamentos. “Com o nosso serviço, é possível pagar uma conta ou enviar dinheiro para amigos através de mensagem de texto pelo smartphone. Tentamos criar um aplicativo que possa ser uma carteira digital completa, aonde o usuário pode armazenar seus cartões de fidelidade e cupons de desconto”, afirma. Para usar o aplicativo não existe segredo. Basta ter um smartphone e baixá-lo gratuitamente.

A analista de marketing, Marcella Martins, decidiu apostar nas facilidades do PicPay após conhecê-lo através de uma rede social na internet. “Não preciso sair com bolsa ou carteira para todos os lugares. Só levo o celular e um documento. A gente precisa mais do que? Além disso, ele dá benefícios ao usuário. Inclusive, gastei certo valor em uma sanduicheria e ganhei R$15. O desconto foi automaticamente aplicado na minha compra seguinte”, contou.

Visibilidade internacional

O sucesso do aplicativo, criado pela dupla capixaba é tanto que eles foram convidados recentemente para uma apresentação em um evento no continente europeu. “Após um processo que selecionou uma start-up que se destacou dentre outras seis mil, espalhadas por mais de 80 países, fomos apresentar o PicPay em um dos principais eventos de tecnologia da Europa, o Web Summit, em outubro. Testamos a aceitação dele fora do Brasil e analisamos em quais pontos estamos indo bem, onde há espaço para melhorar e se o que projetamos para um futuro próximo faz sentido num mundo cada vez mais interligado e social”, completa Diogo.

As tantas opções de facilidades para vida cotidiana promovidas pela tecnologia agradam quem já mergulhou de cabeça no universo cômodo-tecnológico. “Semana passada fui comer pizza com amigos. Me prontifiquei a pagar o valor total da conta e quem tinha o aplicativo me pagaria com ele. Foi tiro e queda! Recebi o valor de todo mundo e logo o transferi para minha conta corrente. Carteira pra que?”, comemora Marcella.

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *