Uma ideia exposta na feira

Share Button

Astrid Malacarne, Daiane Delpupo e Jéssica Romanha- Acorda cedo e já vai trabalhar. Em casa mesmo. Com a matéria-prima em mãos, começa a labuta. Às vezes parte de uma ideia inicial, mas nem sempre o produto final sai como pensado no início. Antes, no entanto, para começar a trabalhar é preciso tratar a matéria-prima. Às vezes, o material é difícil de manusear e pode vir do mangue e de animais.

Esse processo é de segunda a quinta, o dia todo. Só pára no almoço e olhe lá na janta. Porque de sexta a domingo é o tempo destinado para ganhar o dinheirinho na feira de artesanato. E também lá a labuta começa cedo.

Especial: Feiras
Feira ou supermercado?
Sensações de feira
Engrenagem exposta
Uma ideia exposta na feira
Fotografias que representam o artesanato capixaba
Tudo sobre feiras de negócio em uma conversa

Monta a barraca, ajeita as peças, atende o público e encontra com diferentes pessoas. Muitas turistas, vindas de outras partes do próprio Estado e mesmo de fora. Tem até os gringos e, também, encomendas internacionais, dizem alguns artesãos. Ou artistas? A dúvida não existe! Porque amam o que fazem.

O dom vem de dentro. Não fazem cursos nem especializações. São natos! Não há dificuldade em traçar uma peça. A ideia flui na cabeça e o resultado é a gratidão de quem a elogia. Pode nem sempre comprar, mas só ao apreciar e dizer “pô, muito bonito isso”, já vale o trabalho.

É claro que só desse jeito não daria para sobreviver. Não só de amor vive o homem, como diz o ditado, mas ele é imprescindível para o trabalho do artesão. O retorno é uma vida simples para ser vivida com tranquilidade e humildade.

Tranquilidade que não se vê quando vai para outras feiras fora da cidade, e para congressos de artesãos. Tem que viajar, levar as peças, ajeitá-las. Um esforço recompensado, porque, no final, as trocas de conhecimento com outros mostram o objetivo disso tudo: disseminar a arte, em muitas feiras.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *